fbpx

Boteco do JB

Menu Close

mais tabule, por favor

faz mais de 10 anos que digo que pizza não foi feita pra viajar. a ideia de pegar o disco que acabou de sair do forno e asfixia-lo numa caixa de papelão não é das mais nobres. mas, se você tem relação afetiva com esse produto, ninguém não tem nada a ver com isso. lei da oferta e procura, diz com indisfarçável cinismo o acomodado dono da pizzaria.

acontece que a quarentena despertou em algumas pessoas a vontade de comer melhor. e finalmente algumas pizzarias estão entregando suas redondas pré-assadas, para o próprio comensal finaliza-las em seu forno caseiro. poderia ser feito antes, menos mal que o zumbi do deus mercado permitiu tal ação hoje.

ainda não fiz o teste da pizza, mas nessa semana recebi de uma amiga uma cesta com produtos veganos que emulam laticínios, tais como manteiga e queijos.

não tinha nada muito bom, mas nada terrível também, com exceção de uma tentativa de ricota cujo sabor me remeteu a uma situação da cada vez mais distante infância, quando certa vez caí numa praia da cidade ocean e engoli um pouco da areia da praia, enquanto a estátua de netuno gargalhava da minha cara de mini-otário.

a verdade é que existe pouca diferença entre os produtos veganos e a segunda linha de um laticínio menor. e ninguém se importa com isso, poucos tem paladar mais apurado. quando chega uma pizza 8 queijos na casa do cidadão, o que vale é o fato dele receber algo quentinho no aconchego do seu lar, não se a cobertura dá pra rebocar a parede. olha que bonitinho o enzo fazendo escultura de massinha com a borda e amassando a cara do tapioca, o velho schnitzu da casa!

mas assim como o serviço de entrega de pizza caminha para considerável melhora, os comensais tem descoberto suas próprias cozinhas e arriscado receitas tiradas do farto material disponível nas redes sociais. como o paladar comum é abaixo da média, não reparam nos primeiros erros.

só que a prática traz a melhora que apura o paladar e alguns dos próprios veganos já conseguem fazer sozinhos boas comidas, tais como gaspacho, variações de homus, bruschettas e mais uma infinidade de coisas. não é mais novidade que exista uma vida muito mais inteligente que aquela proporcionada pela proteína de soja.

quando sobra um pouco mais de tempo pra se informar, o famigerado zumbi do deus mercado morre outra vez.

cozinhe mais, tenha atenção com o que você pede no delivery, se informe e ajude os pequenos comerciantes, se assim puder.

os poderosos estão mais perdidos que regina duarte no governo federal, sejamos o novo mercado.

quando o mundo reabrir, te vejo lá. será muito difícil, mas quem sabe não seja pelo menos um pouco mais justo?

© 2020 Boteco do JB. All rights reserved.

Theme by Anders Norén.