fbpx

Boteco do JB

Menu Close

marcel

é inevitável que a quarentena me faça refletir sobre lugares que eu poderia e deveria ter ido mais.

ali gostava de me sentar olhando para o suflezêiro, que retirava a especialidade pela qual o restaurante ficou famoso SEM LUVA na boca do forno sob altíssima temperatura, nunca vi nada sequer parecido.

o simpático procedimento de não cobrança de rolha fazia que esse bebedor que vos escreve levasse várias ampolas para o estabelecimento que oferecia o serviço com boas taças e sommelier na maior boa vontade e com o profissionalismo que faz tanta falta a muitos do ramo.

falando em serviço de sala, assim como no igualmente clássico la casserole, o bom steak tartare era feito pelo maître no salão, sempre oferecendo uma amostra para invariável pronta aprovação do freguês, antes de servi-lo.

mas, ao contrário do clássico francês do largo do arouche, incidentes fizeram com que a família mudasse de endereço por algumas vezes. não é um ramo fácil.

os últimos anos foram comandados pelo jovem ancião raphael despirite, que faz parte da terceira geração da família restauradora, cuja saga se iniciou com seu avô jean durand, especialista em chocolate numa época em que nem se falava nisso no brasil.

entre os suflês, um novo clássico. o cozinheiro chefe aprendeu a preparar bacalhau com o mestre vitor sobral – o dessalgava na água com gás por 7 dias – e o servia com aquele purezão clássico tão difícil de encontrar na cidade.

também fiquei órfão de sua elegante rã frita e tenho saudade do foie gras com uva e cachaça que infelizmente já tinha saído do menu há algum tempo.

receber bem a freguesia é 50% do serviço restaurador, e além da eficiente equipe do restaurante, seo demerval, pai do raphael, era presença obrigatória e agradabilíssima no salão, o que fazia muita diferença.

essa crise maldita causada pela maior catástrofe sanitária dos últimos 100 anos causou falência de vários lugares queridos e provocará muito mais, a perspectiva passa muito longe do otimismo.

mas alguns lugares mexem mais com a gente e o marcel é um deles. como o negócio familiar tem um histórico de mudança de endereço e ressurreição, espero que reabra o mais breve possível, de maneira triunfante.

de minha parte, prometo me esforçar ao máximo – dependo de saúde física e financeira – pra ir mais e já adianto o meu primeiro pedido.

faz o foie com uva, raphael?

© 2020 Boteco do JB. All rights reserved.

Theme by Anders Norén.