fbpx

Boteco do JB

Menu Close

eu disse não chefe

não é da noite pro dia que se desmascara a subcultura assediadora que assola o mercado restaurador no brasil.

é natural que as pessoas tenham medo de se expor. e o mercado colapsado, se por um lado enfraquece o mar de escrotidão, por outro faz com que se tenha ainda menos vagas de emprego. a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.

mas um primeiro passo foi dado e outras pessoas se mexeram. é questão de tempo para que tiozões assediadores caiam do cavalo. e queda promete ser dura.

até porque o que importa mesmo não são eles, mas sim elas, as assediadas.

há gente competente e de boa fé disposta a dar tanto auxílio jurídico quanto a ajudar num possível reposicionamento empregatício.

meu balcão virtual sempre estará à disposição para esse tipo de depoimento (inclusive anônimo como os 2 postados), mas entendo se a vítima não se sentir à vontade pra falar com um homem hétero branco etc. se for esse o caso, trago a boa notícia de que existe um endereço eletrônico com um time composto só por mulheres da área pra atender denúncias de todo tipo de assédio. a conta está no instagram e atende por @eudissenaochefe.

não busco engajamento, o que quero é uma correção histórica descolonizadora. não se trata de ingenuidade, mas sim de senso de justiça.

e, meninas, não falarei que sei como é difícil vir à tona, porque só vocês sabem o real tamanho do grau de dificuldade em se mostrar. mas posso dizer que esse jogo finalmente começou a virar.

quem tem que ter medo é ele.

© 2020 Boteco do JB. All rights reserved.

Theme by Anders Norén.